• +55 11 98326.8633

Fazer elogios é muito bom, mas precisamos tomar alguns cuidados, principalmente, para que nossas crianças não fiquem dependentes deles, e ainda, para que possamos estimular nossos pequenos, a terem opiniões próprias. Confere aqui o vídeo que fiz sobre esse assunto.

Ao fazer elogios (sinceros, de preferência), podemos nos fazer algumas perguntas, para verificarmos se eles são encorajadores ou apenas simples bajulações aos nossos filhos, por exemplo:

– Estou inspirando em meu filho, auto avaliação ou dependência da avaliação dos outros?

– Estou sendo imparcial (ou paternalista)?

– Eu faria esse comentário para um amigo?

Mas vamos lá, não vale exagerar também nas críticas, hein!? Antes de verbalizar a sua crítica, se segure e experimente fazer perguntas como: “Teria alguma parte desse desenho que você acha que poderia melhorar? ou “Como você poderia fazer para melhorar esse texto?” Assim, o reconhecimento da necessidade de melhoria parte da criança, e isso é muito mais eficiente do que dizermos em tom de crítica: “Acho melhor você apagar isso, pois não tem nada haver com o contexto”… além da desmotivação para melhorar o desenho, ainda tem aí, uma pressão em resolver esse assunto.

Parece um tanto difícil essas abordagens, não é mesmo? Sim, pode levar mais tempo também, do que dizer, por exemplo: “Tá lindo!” ou “Esta péssimo!”, mas o encorajamento normalmente é a melhor maneira de inspirar uma criança a querer fazer melhor. Vamos juntos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Melissa Frota Guimarães

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus.

Copyright © 2017 | Melissa Frota Guimarães KidCoach de Pais, Filhos e Escola | Desenvolvido por: WG8 Marketing Com  Resultados